15 agosto 2006

areia sonora 0.2

não preciso de você, não preciso o teu querer, não preciso teu corpo, nem teus olhos, nem o riso, não preciso das tuas pernas, nem dos teus braços, nem abraços, não preciso de você para viver; não é por isso, não, somente és o foco cara onde viro as minhas obras, a escusa que emprego; poderia ser qualquer outra, mas agora és tu. isso não quer dizer que eu te ame, nem ame teu corpo, nem teus olhos, nem teu riso, nem tuas pernas, nem teus braços e abraços. também não és minha musa, tão só o destinatário imaginário que utilizo entretanto não chega aquela da que sim precisaria.
play save
música: andreas mattsson. four majors + linda draper. parasite.

Sem comentários:

Enviar um comentário