02 agosto 2006

sorte

tive sorte de te topar pelo caminho e falares um anaco, após, co rebúmbio, estranhei-te quase todo o tempo. ainda hoje te estranho nalguns momentos.

Sem comentários:

Enviar um comentário