18 maio 2009

areia sonora 2.1

silencio janelas e fuga
silêncio, janelas e fuga
quando tu escutes isto eu já não hei estar aqui.
depois de tanto silêncio, qualquer coisa que diga vá parecer um berro em comparação.
às vezes suspeito que o tempo é ao espaço o que a energia é à materia.
uma decisão tipo arroutada é levar as bridas da vida, e isso é bom.

e mais leitura de: en territorio inimigo, colhido do livro plan de fuga, de alberto lema (estaleiro editora).
play save
música: chapi chapo & les petites musiques de pluie. bourgeon tardif (background); thiaz itch. the gardener's lament.

22 fevereiro 2009

rascunho#65

passuro numa árvore
topeino hai uns dias limpando coisas no disco duro do computador do choio.
lo encontré hace unos días limpiando cosas en el disco duro del ordenador del trabajo.