13 julho 2008

areia sonora 2.0

crise
noutronte foi o meu aniversário e se calhar, também, começou a fim do mundo; não deste mundo, nem do meu mundo, nem de nenhum mundo em concreto; há coisas que chegam assim, de vagar, sem aviso, sem vê-lo chegar... outras, por contra, chegam súbitas, como um estralo; por vezes, a velocidade é só coisa do observador.

imagino a soledade sentado diante do televisor, comendo sopa, aos poucos... ou esperando no sofá desmazelado, ou estropiado, que diria minha mãe; saltando de canal em canal, sem apenas parar, numa cadeia sem fim, até tarde, até muito tarde, sem querer ir dormir, tentando adiar o dia seguinte.

estou em crise.
crise s. f. momento perigoso ou decisivo, situação difícil; alteração para melhor ou para pior no curso de uma doença.
mais decisivo que perigoso; tempo de mudanças uma outra vez.

estes dias fez três anos desde que retornei à terrinha, o saldo é positivo mas compre finar o mundo e fazer um novo, recompor esta morada, recomeçar esta vida de caos sem fim; mete-lo tudo em caixas, ajeita-las como no tetris (tetris! tetris! tetris!) e ir borrando etapas.

play save

músicas: (background) dergar. summer; azevedo silva. à deriva

actualização: desviei o rss do podcast cara feedburner, deste jeito, se alguma vez mudo a hospedagem para os episódios não tereis que andar vós a mudar nada; por tanto, se quereis agregar as areias sonoras aos vossos favoritos eis o novo rss: http://feeds2.feedburner.com/areiassonoras.
também, se vos praz, podeis ir votar por ele no European Podcast-Award, ou por outros podcasteiros galegos que bem o merecem e também são candidatos. vota por eles!!

4 comentários:

  1. pois que veña a fin do mundo e que eu a vexa :P

    parabéns hda :)

    ResponderEliminar
  2. hei ictios, reitérolle os parabéns

    e espante apocalipses de verán da cabesiña!!!

    ResponderEliminar
  3. opaco, que venha, que venha, que toda fim é princípio dalgo.

    roberto, homem, que sorpresa! quem che me dera que fosse apocalipse (revelação) assim não havia ter incertezas ;)

    ResponderEliminar
  4. Parabéns tardíos !.
    A vida hai que collela polos cornos ou senón cóllenos ela !.

    ResponderEliminar