Mostrar mensagens com a etiqueta movediças. Mostrar todas as mensagens
Mostrar mensagens com a etiqueta movediças. Mostrar todas as mensagens

12 março 2010

os que ficam (quem pudera estar contigo)

os que ficam (quem pudera estar contigo)
Quando tirei esta foto hesitei... a mulher chorava muito, e tive a sensação de estar a invadir a sua intimidade mas...

31 dezembro 2008

feliz 2009 (letrinhas#3)

feliz 2009

com os tempos que correm não sei quanto lhe há durar o riso ao nove... mas que seja um bom ano para todos.
con los tiempos que corren no sé cuanto le durará la risa al nueve... pero que sea un buen año para todos.

13 julho 2008

areia sonora 2.0

crise
noutronte foi o meu aniversário e se calhar, também, começou a fim do mundo; não deste mundo, nem do meu mundo, nem de nenhum mundo em concreto; há coisas que chegam assim, de vagar, sem aviso, sem vê-lo chegar... outras, por contra, chegam súbitas, como um estralo; por vezes, a velocidade é só coisa do observador.

imagino a soledade sentado diante do televisor, comendo sopa, aos poucos... ou esperando no sofá desmazelado, ou estropiado, que diria minha mãe; saltando de canal em canal, sem apenas parar, numa cadeia sem fim, até tarde, até muito tarde, sem querer ir dormir, tentando adiar o dia seguinte.

estou em crise.
crise s. f. momento perigoso ou decisivo, situação difícil; alteração para melhor ou para pior no curso de uma doença.
mais decisivo que perigoso; tempo de mudanças uma outra vez.

estes dias fez três anos desde que retornei à terrinha, o saldo é positivo mas compre finar o mundo e fazer um novo, recompor esta morada, recomeçar esta vida de caos sem fim; mete-lo tudo em caixas, ajeita-las como no tetris (tetris! tetris! tetris!) e ir borrando etapas.

play save

músicas: (background) dergar. summer; azevedo silva. à deriva

actualização: desviei o rss do podcast cara feedburner, deste jeito, se alguma vez mudo a hospedagem para os episódios não tereis que andar vós a mudar nada; por tanto, se quereis agregar as areias sonoras aos vossos favoritos eis o novo rss: http://feeds2.feedburner.com/areiassonoras.
também, se vos praz, podeis ir votar por ele no European Podcast-Award, ou por outros podcasteiros galegos que bem o merecem e também são candidatos. vota por eles!!

13 maio 2008

silêncios carregados de ouveios

o olhar do mandril
quando um cala não sempre é por não ter que dizer; agora sou radioceánico, estou a trabalhar a réu no choio, ando a pensar en mudanças, botei uma mão no falangulho do proxecto identidade, preparei a minha galeria de imagens para o encete da nova web da agpi... e mais estive rascunhando focinhos que cedo hão ouvear na rede para disfrute vosso.
e tudo o que ainda ficar por fazer...

02 abril 2008

dia mundial do autismo


não sou eu muito dos que empregam o blog para fazerem eco de campanhas ou dias de tal e qual coisa (fora dos dias dos burros e do jeito) mas desta vez, pediu-mo uma ciber-amiga de há 6 ou 7 anos, e não pude negar; beijos grandes para o neno erik e os seus pais anabel e detlef, e mais também para os que paideleo diz.
e jà no alho, lembrar a existência da colecção makakiños, especial para nenos coa síndrome do autismo, da editora galega kalandraka.

no soy yo mucho de los que usan el blog para hacerse eco de campañas o días de tal y cual cosa (a parte de días de burros y por el estilo) pero esta vez, me lo pidió una ciber-amiga desde hace 6 o 7 años, y no me pude negar; besos grandes para el niño erik y sus padres anabel y detlef, y también para los que paideleo dice.
y ya puestos, recordar la existencia de la colección makakiños, especial para niños con el síndrome de autismo, de la editora gallega kalandraka.

28 março 2008

agora que passou a romaria...

...confesso que eu também joguei a quentar a rede.
Picadiña
E vaime doer?- dixen. Doeuche algunha vez algo do que che fixen?- dixo aquel pescozo tan branco. Pois non- dixen. Entón, parviño? Agora, vas sentir unha picadiña- dixo ao tempo que me metía o dedo na boca e ma enchía de sabor a látex e algodón.
Se cadra foi efecto da anestesia, mais xuraría que co torno na man e os seus dedos dentro do meu maxilar esfregou a súa bata contra min enleándome co seu cheiro.
Xa está, procura non mastigar dese lado en vintecatro horas, e pide vez para revisar esoutra moa.- dixo. É cara, mais que ben traballa.

15 março 2008

a bandeira lavandeira II

bandeira lavandeira
aló pelo mês de novembro, o suso deconstruiu um “salva-unhas” em bandeira do brasil; eu gostei tanto da ideia que sabendo da existência dum estropalho coas cores da galiza não pude evitar plagiar ao companheiro do morraço; tudo o mérito é dele.

05 fevereiro 2008

quatro anos não é nada

quatro anos não  é nada
tinha escritas duas folhas enteiras resumindo estes quatro anos de presencia na rede com sítio próprio, porem era tão aborrido....
num princípio foi ictioscópio (o caderno do ictioscópio antes de registar o dominio), faz agora quatro anos; depois, grelou e esgaçou em home de area (em blogs.ya.com) e daí saiu outro esgalho: fabuloseando!!, de onde saíram os falangulhos, podfabs! o primeiro; e de homedareia (já em blogger.com) nasceu a vida carvão, e as areias sonoras (outro falangulho); e então, enlearon-me para fazer podgalego.org; e depois cansei de podfabs! e gomou c'mmons baby!, e assim é que está a coisa hoje...
play save
música: sonekka. falando sozinho

e de agasalho/presente de aniversário, uma escolma de vida carvão em .pdf (7.65 Mb) aquí.

13 janeiro 2008

no images here...

se entrades estes dias por aquí e não vedes mais que letras, é porque o site onde hospedava as imagens está desaparecido :(
aguardo que não seja uma hecatombe

*actualização: foi só um susto :)

07 novembro 2007

vida carvão #42

voy mandar
- Pois eu, para não entolece-los com o galego, vou-che mandar os meus filhos estudar a E-E-U-U.
- É-che o que há.

a nova en vieiros.com, e 2*.
*actualização.