18 maio 2009

areia sonora 2.1

silencio janelas e fuga
silêncio, janelas e fuga
quando tu escutes isto eu já não hei estar aqui.
depois de tanto silêncio, qualquer coisa que diga vá parecer um berro em comparação.
às vezes suspeito que o tempo é ao espaço o que a energia é à materia.
uma decisão tipo arroutada é levar as bridas da vida, e isso é bom.

e mais leitura de: en territorio inimigo, colhido do livro plan de fuga, de alberto lema (estaleiro editora).
play save
música: chapi chapo & les petites musiques de pluie. bourgeon tardif (background); thiaz itch. the gardener's lament.

2 comentários: